O que é LED?
Se você acha que LED pode ser a abreviação de Luz Econômica Diária, errou e acertou ao mesmo tempo. Na verdade, o termo LED vem do inglês Light Emitting Diode (Diodos Emissores de Luz), mas representa a tendência do futuro para uma iluminação diária bem econômica. Essa tecnologia surgiu há cerca de 90 anos, quando o russo Oleg Vladimirovich Lozen descobriu que os diodos, suas “fontes de luz eletrônica”, emitiam luz quando uma corrente elétrica passava por eles. Os diodos são materiais semicondutores como o arseneto de alumínio ou o gálio usado nas lâmpadas LED. As pequenas lâmpadas LED que já estão presentes em lanternas, relógios digitais, controles remotos, fornos de microondas, celulares, computadores e televisões, entre outros aparelhos, iluminam mais, são mais duráveis e mais econômicas do que as lâmpadas incandescentes. Isso porque são feitas de material semicondutor que não precisa aquecer como as lâmpadas incandescentes e, portanto, não queimam, nem desperdiçam energia em forma de calor. Nas lâmpadas de LED, a energia elétrica que vem de um gerador se converte em luminosa simplesmente a partir do movimento dos elétrons no diodo.
Ciclo: Ensino Fundamental I
 
© Light 2009-2010. Todos os direitos reservados.