Atividades Educativas

Aula de ciências divertida? É possível!

Como e quais são as vantagens de fazer as aulas de ciências mais divertidas e interessantes para os estudantes?

imagem do container principal


Nada melhor do que aprender brincando. Garantimos que todos os estudantes, sejam eles crianças, adolescentes ou adultos, se identificam com esta frase!

Apresentado no Centro Cultural Light*, o espetáculo teatral Quanta Energia é prova disso. Em meio a cientistas malucos, engenhocas e pais curiosos, existem várias crianças com os olhos grudados no palco, se interessando e respondendo cada pergunta e experimento feitos pelos atores.

 

Afinal, o que é uma aula de ciências divertida?

Diversão é algo subjetivo. Mas podemos classificar uma aula divertida como aquela que, além de fazer o aluno ficar mais atento, ainda consegue passar a lição de forma leve e lúdica, fazendo com que o estudante absorva o conteúdo.


E como tornar a aula mais divertida?

A sugestão da Diretora de Comunicação e Marketing Marcia Ximenez, que não é da área da educação, mas que vive e convive com a ciência sempre que os cientistas malucos Biônica e Metálico entram em cena, sugere que sejam explorados outros elementos além do quadro, papel e caneta.

“O que acontece no palco é a troca: os atores perguntam e as crianças respondem, o que torna tudo mais participativo e divertido”.

O Quanta Energia é o espetáculo teatral do Programa Educativo Cultural Light, que conta com recursos do Programa de Eficiência Energética da ANEEL, e é produzido pela Kommitment Produções Artísticas e com a Mad Science, referência mundial em entretenimento educativo.